AVISO:CUIDADO que é vírus no WhatsApp com "link do McDonald's", quem clicar pode clonar seu número e também não clicar no "link do esquilo" que trava o WhatsApp!Tem um video rolando no Whatsapp chamado "Carnaval da Copa". Não cliquem! Se passarem pra você não abra em hipótese alguma.Ele hakeia seu celular em 10 segudos e não dá pra tirar de jeito nenhum.Qualquer tipo de link estranho não cliquem que é vírus!.

Soldado perde orelha em acidente e médicos fizeram uma nova no seu braço!


A soldada Shamika Burrage do Exército norte-americano passou por uma cirurgia histórica: após perder a orelha esquerda durante um acidente no Texas há dois anos, ela conseguiu "crescer" uma nova em seu braço.

É provável que, depois de ouvir essa informação, você esteja se perguntando como isso seria possível, certo? Afinal, como uma orelha pode ser implantada em seu braço para, em seguida, ser colocada novamente no lugar em que deveria estar? Acontece que, mesmo estando no início, o procedimento já ganhou nome e se chama "sobreposição livre pré-laminada de antebraço". E, para falar a verdade, o método é mais desenvolvido do que poderíamos imaginar!

Para continuar a leitura clique em "Ler mais..." no botão abaixo!

Trata-se de um procedimento delicado e pioneiro para os médicos militares dos Estados Unidos. Para realizá-lo, o doutor Owen Johnson III, chefe de cirurgia plástica do Hospital Militar William Beaumont, foi treinado por Patrick Byrne, da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins, o autor desse método de reconstrução.

Foi quase um ano de preparação para a cirurgia. "O objetivo é que, quando isso tudo terminar, a orelha tenha uma boa aparência e, em cinco anos, alguém que não a conheça nem perceba", afirmou Johnson III em anúncio. "Ela é uma jovem soldada em ação e merece a melhor reconstrução que podemos oferecer."

O procedimento consistiu em usar a cartilagem das costelas de Burrage para esculpir uma nova orelha, que foi colocada embaixo da pele do antebraço da soldada de forma que pudesse crescer.

O que diferencia a técnica de Byrne das restantes é a transferência de tecidos microvasculares, que envolve a costura dos tecidos às veias, reestabelecendo a circulação do sangue. "É como um transplante na própria pessoa. 99% das vezes você consegue um tecido saudável em funcionamento na nova área como resultado", disse o especialista.

Após alguns meses no braço, a orelha está pronta para ser colocada na cabeça. Quando tudo estiver terminado, a paciente recuperará a sensação da orelha. "Ela terá artérias, veias e até um nervo fresco, então poderá sentir tudo", explicou Johnson III.

Burrage ainda passará por mais duas cirurgias para terminar a reconstrução. "Foi um processo longo para tudo, mas estou de volta", concluiu ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar leia:

• Muito obrigada por estar comentando
• Retribuo a todos portanto deixe sua Url (exemplo: <*a *href*= "___"*>Nome do Blog ou Site<*/a*>) <- Sem os * (asteriscos)
• Proibido Palavrões e Xingamentos será banido comentário!
NÃO aceito mais Divulgação no Facebook!
• Aceito Parceria aqui no Blog
• Se for copiar e colar no seu blog me avise e coloque o meu devido créditos
-> Obrigada ;*